Considerado perigoso por algumas equipes para uma corrida de rua, o aerofólio traseiro móvel será utilizado no Grande Prêmio de Mônaco de Fórmula 1, marcado para o próximo dia 29, confirmou neste domingo o diretor de provas da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Charlie Whiting.

Por meio de um comunicado enviado a todas as 12 equipes do grid atual, Whiting disse que não encontra razões suficientes para proibir o uso da peça no circuito feito nas ruas de Monte Carlo.

Embora algumas escuderias considerem o uso do aerofólio traseiro móvel arriscado, outras consideram o uso seguro e, além disso, alertam para os gastos que seriam necessários para a construção de novas peças.

FIA confirma utilização do aerofólio móvel no GP de Mônaco

Sem mais artigos