O britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, conquistou neste sábado a primeira pole position da
temporada 2014 da Fórmula 1, em treino classificatório para o Grande Prêmio da Austrália, que teve Felipe Massa, em sua estreia na Williams, ficando com o nono lugar no grid.

Em atividade marcada por chuva em diferentes momentos, o campeão mundial de 2008 arrancou na última tentativa a pole do surpreendente australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, já com cronômetro zerado, ao cravar o tempo de 1min44s231.

Tetracampeão mundial, o alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, largará apenas na 12ª colocação, com a punição dada ao finlandês Valteri Bottas, da Williams. O treino de hoje foi o primeiro desde o
Grande Prêmio da China, em 2012, que o piloto não ficava fora do Q1.

Na ocasião, o detentor do título em 11º. Esta foi a 32ª pole de Hamilton na Fórmula 1, o que o iguala ao compatriota Nigel Mansell, como sexto piloto a largar mais vezes na primeira colocação. O britânico agora está logo atrás de Jim ClarkAlain Prost. O líder histórico no quesito é Michael Schumacher, que saiu 68 vezes na ponta.

A segunda posição no treino de hoje foi para o surpreendente Ricciardo, que superou os problemas da escuderia tetracampeã mundial até aqui, chegando inclusive a liderar em vários momentos das três partes da sessão. No Q3, o australiano, para loucura da torcida local, ficou pouco mais de três décimos atrás de Hamilton.

Completam o top 5 do grid de largada para o Grande Prêmio da Austrália, Nico Rosberg, também da Mercedes, o estreante Kevin Magnussen, da McLaren, e o espanhol Fernando Alonso, da Ferrari.
Felipe Massa não rendeu bem na pista molhada em sua primeira classificação com a Williams. No Q1, o brasileiro chegou a terminar no terceiro lugar, mas na parte final, teve que se contentar com o
nono, com o tempo de 1min48s079, quase quatro segundos atrás do pole position.

Temendo a possibilidade de chuva, todos os pilotos partiram para a pista no Q1 logo que foi dado sinal verde pela organização da prova. Faltando 12 minutos de treino, em sua primeira volta lançada,
Vettel deu um susto, dando leve toque no muro na entrada da curva 10, que não afetou sua participação na classificação, no entanto. 

Lá na frente, o companheiro do tetracampeão na Red Bull, surpreendia, se colocando a frente de uma legião de carros movidos pelo motor Mercedes. Com menos de sete minutos para o fim da parte
inicial da sessão, a chuva deu as caras, garantindo a liderança de Ricciardo, com 1min30s775, o melhor de todo o treino.

Felipe Massa ficou na terceira posição, pouco menos de meio segundo atrás do primeiro colocado. Quem se deu mal com isso foi a Lotus, que quase não saiu para a pista nos treinos livres. O francês
Romain Grosjean registrou o pior tempo, e o venezuelano Pastor Maldonado, sequer deu volta rápida.

No Q2, já sem chuva, mas com pista molhada, os pilotos tiveram que lutar muito para segurar os carros na pista. De novo Ricciardo saltou na frente. Dessa vez, o australiano logo foi superado por
Hamilton, mas deu o troco, voltando para a ponta. No primeiro terço da sessão, Massa e Vettel apareciam fora dos 10 primeiros lugares.

Faltando menos de um minutos, quando Nico Rosberg liderava, o finlandês Kimi Raikkonen escapou e bateu, dificultando a vida de quem precisava de volta rápida para avançar ao Q1. Com isso, sobrou
justamente para o tetracampeão mundial, que fez apenas o 12º tempo. 

O alemão da Mercedes, com 1min42s264 ficou com o primeiro lugar. A instabilidade do clima em Melbourne prevaleceu para o Q3, que começou com muita chuva e pista encharcada. Pela primeira vez, a última parte da sessão teve 12 minutos, como ficou decidido pela organização da competição e equipes.

A água caiu por pouco tempo, e depois de uma primeira tentativa com pneus de chuva, que teve belo duelo entre Hamilton, Rosberg e Ricciardo, os pilotos apostaram no composto intermediário, em sua
maioria, na cartada final atrás da pole position. 

De novo, a dupla da Mercedes brigou com o piloto da Red Bull, com cronômetro zerado, primeiro Rosberg tomou a ponta, depois Ricciardo, para delírio da torcida australiana. Aí veio Lewis Hamilton para estragar a festa, com o tempo de 1min44s231, que valeu a pole.

Antes da classificação, foi divulgado que o finlandês Valtteri Bottas, da Williams, e o mexicano Esteban Gutiérrez, da Sauber, foram punidos por trocas de caixa de câmbios. Com isso, o
companheiro de Massa largará no 15º lugar, e o piloto da equipe suíça em último.

A largada para o GP da Austrália acontecerá na madrugada desde domingo, às 3h (horário de Brasília).

Confira o grid de largada para o Grande Prêmio da Austrália de Fórmula 1:

.1. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) 1min42s264.
.2. Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull) 1min44s548.
.3. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) 1min44s595.
.4. Kevin Magnussen (DIN/Mclaren) 1min45s745.
.5. Fernando Alonso (ESP/Ferrari) 1min45s819.
.6. Jean-Éric Vergne (FRA/Toro Rosso) 1min45s864.
.7. Nico Hülkenberg (ALE/Force India) 1min46s030.
.8. Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso) 1min47s368.
.9. Felipe Massa (BRA/Williams) 1min48s079.
10. Jenson Button (GBR/Mclaren) 1min48s147.
11. Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) 1min44s494.
12. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) 1min44s668.
13. Adrian Suttil (ALE/Sauber) 1min45s655.
14. Kamui Kobayashi (JAP/Caterham) 1min45s867.
15. Valteri Bottas (FIN/Williams) 1min48s147 (+).
16. Sérgio Pérez (MEX/Toro Rosso) 1min47s293.
17. Max Chilton (GBR/Marussia) 1min34s293.
18. Jules Bianchi (FRA/Marussia) 1min34s794.
19. Marcus Ericsson (SUE/Caterham) 1min35s157.
20. Romain Grosjean (FRA/Lotus) 1min36s993.
21. Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber) 1min35s117 (+).

Acima dos 107%:
.+. Pastor Maldonado (VEN/Lotus) sem tempo.

(+) punido com perda de cinco posições no grid.

Sem mais artigos