Artigo de jornalista foi duramente criticado nas redes sociais.

Reprodução Artigo de jornalista foi duramente criticado nas redes sociais.

Rhymer Rigby escreveu um artigo para a coluna “Thinking Man” (algo como “homem pensante”, em inglês) do jornal britânico The Telegraph. Intitulado “Nenhum adulto com respeito próprio deveria comprar HQs ou assistir a filmes de heróis”, o jornalista fala sobre o lançamento de Batman vs Superman e ataca todo os segmento que consome histórias em quadrinho e filmes baseados nestes personagens.

“Podemos crescer? Que tal se dar conta de que Marvel e DC chegaram no fundo do poço? Podemos fazer uma pausa nos filmes de super-heróis? Eles são muito obscuros para crianças e muito bobos para qualquer adulto pensante”, diz a matéria.

Embora diga ser um fã do primeiro filme do Batman moderno, dirigido em 1989 por Tim Burton, ele ataca como a indústria trata os herói hoje em dia. “Batman vs Superman foi escrito para meninos de 10 anos de idade. Um cara que pode voar com laser nos olhos. É divertido, mas fundamentalmente é algo bem bobo. Tem algo pré-adolescente em seu DNA”, explica.

No Twitter, o posicionamento do jornalista foi imediatamente criticado pelos fãs de quadrinhos.

“Vergonha de Rhymer Rigby por escrever algo tão intolerante e arrogante no Telegraph. Perdi todo o respeito”, escreveu o usuário @mrtonylee.

“A vida é muito curto para ter vergonha da escolha de entretenimento dos outros”, afirmou @PatrickWeekes.

Sem mais artigos