O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, espera que a experiência da cidade na realização do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 durante 40 anos ajude na logística para a Copa do Mundo de 2014.

“Não se trata de um teste, inclusive porque a cidade realiza o GP do Brasil há décadas, mas sem dúvida essa experiência nos servirá na logística para o Mundial, porque a estrutura é bem próxima à da Fórmula 1”, disse à Agência Efe o prefeito paulistano.

Kassab, que visitou os boxes do autódromo de Interlagos antes da disputa do Grande Prêmio do Brasil, disse que “São Paulo já demonstrou que está preparada para receber os grandes eventos mundiais, com todas as suas exigências”.

A Fórmula 1 é o principal evento da cidade, que recebe constantemente feiras e congressos internacionais e organiza todos os anos a Parada do Orgulho Gay, a maior do mundo, com mais de três milhões de participantes.

Além disso, a cidade organiza o São Paulo Fashion Week, e recebe exposições e mostras de artes itinerantes, além de ser muito reconhecida pelo turismo de negócios e por ter sempre uma programação especial durante o carnaval.

A metrópole espera 100 mil pessoas durante o Grande Prêmio do Brasil, quase 30% turistas que contribuirão com R$300 milhões no setor turístico da capital.

O evento gerou este ano 15 mil empregos diretos e utiliza um contingente das forças de segurança de 3.500 policiais, segundo informações da prefeitura.

São Paulo, a maior cidade brasileira e centro financeiro do país, será também uma das sedes da próxima Copa do Mundo, encarregada de receber a partida de inauguração, no dia 13 de junho de 2014. 

Sem mais artigos