Você se lembra quando a TV de 29 polegadas virou moda no Brasil? Faz tanto tempo… Mas ela aterrisou aqui no Brasil no final de 1993 e começou a vender mais em 1994. Sorte de quem comprou, gastou um absurdo e viu o Brasil ganhar o tetra em um aparelho muito maior do que os convecionais para a época.

Hoje um televisor de 29 polegadas é piada, principalmente quando não é um LCD ou Plasma. A situação fica pior quando a tela não é plana ou widescreen. Mas, calma, o Virgula Tecnologia lhe dará todas as dicas para você definir qual será o seu próximo televisor; e não será um de tubo.

Os Primeiros Passos de uma Escolha

Não adianta se apressar e comprar o televisor que está na moda. A TV de plasma chegou com tudo no mercado brasileiro, mas foi uma questão de tempo para o preço ser bem menor do que o praticado no lançamento. Muitas pessoas a compraram com o anúncio da chegada da TV Digital no Brasil.

Não demorou muito tempo para que a sigla LCD dominasse o mercado. Seja um monitor de computador como uma TV, quem dita as regras no mercado hoje em dia é a sigla LCD. Entretanto, não se engane. Plasma e LCD têm as suas respectivas vantagens e desvantagens.

Antes de ir a uma loja de eletrodomésticos e comprar o seu novo televisor como um próprio presente de natal, você deve reparar em seus hábitos. Listar alguns pontos é importante para definir, sem cair na lábia de um vendedor, o melhor televisor a comprar.

Na sua casa as pessoas jogam muito videogame? Vêem filmes direto? A novela das oito é um programa primordial? Nos finais de semana você gosta de ver o brasileirão? Têm tantas pessoas na sua casa que a TV não pára desligada? Sua sala é muito iluminada? São muitas perguntas para serem respondidas. Porém, esta é a melhor tática para não haver algum erro na hora de escolher entre o LCD e a Plasma.

LCD: Vantagens e Desvantagens

Quem dita as regras no mercado dos televisores? O LCD. É fato, porém, nem sempre quem dita a moda é que está com a razão. O televisor de LCD tem, assim como todas as coisas no mundo, as suas vantagens e desvantagens.

O Virgula Tecnologia listou abaixo alguns dos pontos fortes e fracos desta TV que “manda” nas lojas de eletrodomésticos. Confira.

– A TV de LCD não gasta muita energia. Portanto, se você é uma daquelas pessoas que passam horas na frente do televisor ou tem uma família que é assim, esta é a opção perfeita e que não traz surpresas na conta de luz;

– A imagem do LCD, assim como a de Plasma, é composta com pontinhos na tela, chamados de pixels. Cada um deles contém três subpixels: vermelho, verde e azul. O cristal líquido do LCD permite uma qualidade de imagem em alta-resolução e um tempo de reposta mais rápido que os outros televisores;

– O televisor de LCD não tende a abaixar muito o preço. A sua produção é um grande fator para o aparelho não ter um valor muito menor, mesmo daqui a alguns anos. E isto é por conta da sua produção, que provoca muitos desperdícios. A tendência é o preço abaixar, mas não será a curto prazo. Espere alguns anos caso queira comprar um com um excelente valor;

– Você é uma daqueles pessoas que gostam de cores vibrantes e não quer perder sequer um pedaço de uma cena? Então o LCD lhe dará esta chance. A sua absurda alta-resolução permite imagens mais nítidas, com cores mais vivas;

– O televisor LCD possui uma vida útil de 60 mil horas de uso. Faça as contas. São sete anos com a TV ligada direta. Depois das horas “cumpridas” do aparelho é que você terá preocupação em comprar outro;

– Atualmente, as TVs de LCD já estão prontas para receber o sinal de TV Digital, que é em alta-definição. No final das contas, o HDTV nelas já vem de fábrica. Uma grande facilidade para o usuário.

Plasma: Vantagens e Desvantagens

A TV de LCD pode ditar as regras no mercado, mas a esquecida Plasma também tem os seus benefícios e malefícios. Como nas descrições acima, o Virgula Tecnologia lista os motivos (ou não) para comprar este televisor que chegou ao Brasil em meados de 1997.

– Para quem possui uma sala não muito grande e as pessoas precisam se ajeitar e encontrar o melhor lugar para não ter a visão ofuscada, a TV de Plasma é a solução. Ela possui um ângulo de visão muito maior. Assim, as pessoas não ficarão ofuscadas pela luminosidade do ambiente;

– Para o usuário que deseja comprar uma TV com grandes polegadas e não quer gastar muito dinheiro, a Plasma é uma excelente escolha. Sua produção, ao contrário da LCD, é muito mais barata. Logo, o preço para o consumidor não é um absurdo. Com a chegada da tecnologia LCD, a TV de Plasma ficou com o preço bem em conta;

– As cores da TV de Plasma, os chamados pixels, são emitidos por luzes individuais em cada ponto da tela. Este tipo de tecnologia só é permitada por causa das células de gás de neon e xenônio. Entretanto, não se engane. Caso você assista a muitos programas de televisão, um determinado logo de uma emissora pode ficar marcado na sua tela. Supondo que você fique, por muito tempo, assistido apenas a Rede Globo. Logo você perceberá que o símbolo da emissora estará eternamente “gravado” na tela do Plasma. Isto também se deve ao fato de que a tecnologia usada pelo Plasma demora muito mais tempo para “acender” as coisas do que uma TV de LCD. Isto também é uma das causas para a marca na tela;

– Hoje em dia, para conter o problema da marca da tela de um televisor de Plasma, foi criado uma espécie de protetor de tela para evitar isto;

– Ao contrário da TV de LCD, a Plasma não chega ao mercado pronta para receber o sinal da TV Digital e muito menos tem uma alta-definição para ter imagens excelentes. Logo, ao comprar um televisor de Plasma, você também terá que comprar um conversor da TV Digital;

– O televisor de Plasma gasta menor energia quando ligada. Isto acontece porque quando há imagens escuras, o gasto da energia é menor. Ao contrário da TV de LCD, que mostra os pontos pretos como de fossem cinzas. Porém, quando há imagens claras, ela gasta muito mais força que a TV de LCD.

Quando Os Fracos Não Têm Vez

A tecnologia avança cada vez mais no mercado. Não há um ano sequer que não tenha grandes mudanças nesta área. A tecnologia velha sempre será substituída por uma nova. Não tem como fugir disto. Logo, a inovação é mais cara que o velho “tacape”.

Com tantas variações de preços e modelos, o jeito é escolher um televisor que tem mais a ver com a sua rotina, dentro e fora de casa; e também pela qualidade que você exige nas imagens.

Não há como negar: Plasma e LCD já são coisas do passado. Já há um televisor, que será lançado para o público até 2010, que exibe imagens em 3D. E, indo mais além… A tecnologia OLED, muito usado nos celulares e algumas telas hoje em dia, virá para a televisão. Caso você não tenha pressa em comprar uma nova TV para embelezar a sua sala e ter uma maior qualidade nas imagens, não custa esperar mais um pouco, gastar um pouco mais para ter uma melhor tecnologia dentro da sua casa, não é verdade?

Sem mais artigos