Os televisores inteligentes, conectados à internet, de dimensões que chegam até 72 polegadas e com outras qualidades como a leveza e a capacidade de suportar conteúdos em 3D foram as estrelas da apresentação da LG em Las Vegas, na feira CES.

A LG Electronics apresentou o esperado Google TV que combina o sistema operacional Android do Google com a tecnologia 3D e a interface criada pelo fabricante para seus televisores conectados. O aparelho é capaz de suportar ao mesmo tempo a navegação através do buscador e pelas redes sociais e as funções do televisor, e é baseado na tecnologia Cinema 3D da LG.

Uma gama de televisores inteligentes e em 3D que vão de 55 a 72 polegadas e uma televisão de ultradefinição com tamanho de 84 polegadas competirão agora com a tela OLED de 55 polegadas, a maior do mundo, que surpreende por sua leveza – tem 4 milímetros de grossura e 7,5 quilos de peso – e pela sua gama natural de cores.

Transformar conteúdos 2D em 3D e a venda de óculos a baixo preço, leves e adaptáveis, são outras das características que a LG acrescenta a seus televisores para impulsionar a presença do 3D e conseguir o objetivo que 50% das telas de seu catálogo sejam 3D e Smart TV.

Enquanto isso, a LG continua apostando pelo Magic Remote, que a partir de 2012 acrescentará a possibilidade de utilizar uma câmera 3D para reconhecer os movimentos de braços e os gestos faciais do espectador, uma inovação que segue a linha de outros produtos que criaram tendência como o Kinect do Xbox.

Baseando-se na tecnologia desenvolvida nos últimos anos para o mercado dos televisores, a LG anunciou o próximo lançamento nos Estados Unidos do Spectrum, um smartphone com tela em qualidade “true HD”.

A conexão no lar de aparatos como geladeiras, que avisam os produtos que fazem falta e propõem receitas adaptadas ao gosto da família, é uma das tendências que a LG espera consolidar ao longo de 2012.

A conferência da LG foi a primeira das rodadas de imprensa programadas para esta segunda-feira, antes da inauguração do Consumer Electronic Show (CES), a feira de eletrônica de consumo mais importante do mundo. 

Sem mais artigos