O espanhol Jorge Lorenzo, da Yamaha, venceu neste domingo o Grande Prêmio da Itália de MotoGP, pôs fim a um jejum de três meses sem ganhar uma corrida e está agora a 19 pontos do australiano Casey Stoner, da Honda, líder na luta pelo título.

Atual campeão do mundo, Lorenzo não subia ao degrau mais alto do pódio desde Jerez, no dia 3 de abril, sua única vitória na atual temporada.

O segundo colocado na prova de hoje foi o italiano Andrea Dovizioso, companheiro de equipe de Stoner, que terminou em terceiro. Em seguida chegaram o americano Ben Spies, o italiano Marco Simoncelli e o espanhol Toni Elías. Em sua estreia na Itália pela Ducati, o heptacampeão mundial Valentino Rossi ficou apenas na 12ª posição, logo à frente do espanhol Dani Pedrosa.

Na classificação geral da MotoGP, Lorenzo tem agora 133 pontos, contra 152 de Stoner, enquanto Dovizioso é o terceiro, com 119.

Os espanhóis também dominaram hoje em Mugello as outras duas categorias que integram o Mundial de Motovelocidade – Marc Márquez venceu nas 250cc e Nicolas Terol chegou em primeiro nas 125cc.

Já na etapa final, o Brasil fez dois gols logo nos primeiros instantes. Com um minuto, Marta desceu pela esquerda e cruzou. Cristiane deixou a bola passar e Rosana chegou batendo cruzado para ampliar.

Dois minutos depois, Mjelde recuou mal, e Cristiane chegou dividindo com a goleira. Na sobra, Marta deixou uma defensora no chão e mandou para o fundo da rede.

Na próxima quarta-feira, pela última rodada da fase de grupos, a seleção brasileira enfrentará Guiné Equatorial, que ainda não pontuou no Mundial.

Sem mais artigos