A Apple anunciou na terça-feira (23) que teve um lucro líquido de US$29,5 bilhões nos nove primeiros meses do ano fiscal 2013, 11% a menos que no mesmo período de 2012, e no terceiro trimestre (abril-junho) ganhou 21% menos.

Apesar da redução do lucro, a empresa superou as expectativas dos analistas, teve receita de US$133,4 bilhões nos nove primeiros meses do exercício, 10,6% a mais que nas mesmas datas de 2012.

No lucro líquido por ação, a Apple teve nestes nove meses US$31,44, abaixo dos US$35,48 no mesmo período do ano passado, e que só nos últimos três meses subiram US$ 7,47.

“Estamos especialmente orgulhosos de nosso recorde de vendas de iPhones no trimestre, com 31 milhões de unidades (aumento em relação aos 26 milhões vendidos há um ano), e do crescimento de receita procedente de iTunes, software e serviços”, destacou o executivo- chefe da Apple, Tim Cook, que se mostrou “emocionado” com os próximos lançamentos da companhia, iOS 7 e OS X Mavericks.

Os resultados do terceiro trimestre alcançaram um lucro líquido de US$6,9 bilhões, 21% a menos que os US$8,8 bilhões do ano passado no mesmo período.

A receita foi de US$35,3 bilhões entre abril e junho, acima dos US$35 bilhões do ano passado e que eram previstos para este ano pelos investidores.

As contas superaram as expectativas dos analistas e as ações da Apple, que tinham fechado a jornada com uma queda de 1,72% no Nasdaq, disparavam a mais de 5% nas operações eletrônicas posteriores ao fechamento dos mercados.

Sem mais artigos