Aprender uma língua diferente não é a tarefa mais simples do mundo, e o braile não podia ser diferente. Apesar disso, luvas criadas por dois norte-americanos prometem facilitar bastante isso.

Thad Starner e Caitlyn Seim são os dois responsáveis por esse projeto, que foi realizado no College of Computing, na Georgia Tech.

O aprendizado se torna tão simples, sendo quase inconsciente, graças a um motor localizado no pulso, cujas vibrações são combinadas com um áudio com as letras que são escritas.

Foram feitos diversos exerimentos e em todos eles, após terem usado as luvas, os participantes conseguiram digitar a frase sem o auxílio delas.

Uma curiosidade é que mesmo os que estavam distraídos com joguinhos e não prestavam atenção nas vibrações, aprenderam não só a reproduzir as frases como também a lê-las.

Luvas prometem ensinar a ler braile em 45 minutos

Sem mais artigos