Com larga experiência na Ferrari, para a qual pilotou de 2006 a 2013, Felipe Massa disse nesta quinta-feira (17) em Xangai, onde vai disputar no domingo o Grande Prêmio da China de Fórmula 1, não ter ficado surpreso com a renúncia do diretor esportivo da equipe italiana, Stefano Domenicali.

O dirigente pediu demissão após os maus resultados do início da temporada e será substituído por Matteo Mattiacci. Nas três primeiras corridas do ano, a Ferrari obteve como melhores posições dois quartos lugares, ambos de Fernando Alonso, nos GPs de Austrália e Malásia.

“Quando não se tem um grande ano, ou algo não está funcionando bem, não é uma surpresa (a renúncia)”, argumentou Massa.

“Trata-se de alguém que trabalhou muito para Ferrari, passou mais tempo nesse cargo que em todos os outros, e certamente fez um bom trabalho, mas (em 2014) iniciou um ano que não está sendo muito bom para a escuderia e tomou a decisão de sair”, acrescentou.

Massa, que disse também ser amigo do agora ex-diretor da escuderia de Maranello, desejou sucesso a Domenicali e à equipe.

“Primeiro de tudo, é um bom amigo, tivemos uma relação estupenda, desejo o melhor para seu futuro, é um homem muito profissional, e sempre deu tudo em seu trabalho na Ferrari”.

“Também desejo o melhor à Ferrari, que encontrem um bom profissional que ocupe seu lugar”, afirmou, sem comentar a chegada de Marco Mattiacci, que era o executivo-chefe da marca italiana para a América do Norte.

Massa também comentou a supremacia da Mercedes neste início do Mundial.

“Tem um pacote (técnico) melhor, falando seguramente do motor, mas também do carro em geral, que é melhor que o dos demais”, sentenciou.

O brasileiro, que está em 11º na classificação geral, com 12 pontos – 49 atrás do líder Nico Rosberg (Mercedes) – lamentou ter “perdido alguns pontos” na última prova, no Bahrein, por causa do safety car.

“Foi uma pena para nós, porque não estava lutando com a Red Bull, mas com a Force India (de Sergio Pérez, que terminou em terceiro), e por culpa da entrada do safety car, perdi algumas posições e pontos no final da corrida”, lamentou Massa, que terminou em sétimo.

“Espero continuar sendo competitivo aqui (Xangai) e terminar em posições mais à frente”, concluiu.

Sem mais artigos