A Mercedes resolveu se retirar nesta quinta-feira (19) dos testes realizados pela Pirelli no Bahrein, devido a um incidente envolvendo o alemão Nico Rosberg, que sofreu um estouro de pneus quando estava a 320 km/h.

O carro não chegou a colidir, mas precisaria de grandes reparos, por isso, a escuderia decidiu abandonar a atividade, voltada para o desenvolvimento dos compostos que serão utilizados no Campeonato Mundial de Fórmula 1 em 2014.

Além da Mercedes, outras três equipes participavam dos testes: Red Bull, Ferrari e Toro Rosso. Todas utilizavam carros desenvolvidos em 2013.

Um porta-voz da Pirelli admitiu à revista Autosport que “nos testes de pneus sempre podem acontecer falhas”. Todos os dados, inclusive os tempos de voltas, destes testes são confidenciais, revelou o representante.

Apesar do problema, as atividades seguirão normalmente com as escuderias restantes. A fornecedora, no entanto, revelou posteriormente, que os compostos utilizados pelo piloto alemã nesta quinta-feira, não voltarão à pista.

“Nesta manhã, Nico Rosberg usou um destes protótipos, um pneu que só tinha sido testado em laboratório, e que não voltará a ser utilizado. A segurança dos pneus para o próximo campeonato não está em questão”, explica a Pirelli em comunicado emitido de Milão.

Mercedes abandona testes da Pirelli após incidente envolvendo Nico Rosberg

Sem mais artigos