A Microsoft anunciou nesta sexta-feira que concluiu a compra da divisão de dispositivos e serviços da Nokia, uma operação de US$ 7,5 bilhões aprovada pelos acionistas da empresa finlandesa e autoridades governamentais.

“Esta aquisição marca o primeiro passo para juntar estas duas empresas em uma equipe”, afirmou a Microsoft em um comunicado em seu site. A operação envolve 25 mil funcionários no mundo todo.

O ex-presidente e principal executivo de Nokia, Stephen Elop, que agora será subordinado ao principal executivo da Microsoft, Satya Nadella, ocupará a vice-presidência executiva do Grupo de Dispositivos da Microsoft.

Elop supervisionará as operações que incluem os telefones e tablets Lumia, os telefones celulares Nokia, os consoles Xbox e Surface, e os programas Perceptive Pixel e seus acessórios.

“Como parte da transação, a Microsoft cumprirá com os compromissos de todas as garantias existentes dos clientes da Nokia”, ressaltou o comunicado.

No acordo não figuram a fábrica da Nokia em Masan, na Coreia do Sul; nem a de Chennai, na Índia.

Sem mais artigos