O Yahoo rejeitou oficialmente a proposta da Microsoft, que ofereceu US$ 44,6 bilhões para adquirir a companhia. Segundo comunicado distribuído à imprensa, a empresa negou a venda por considerar a oferta desvalorizada.

“A direção acredita que a proposta da Microsoft desvaloriza substancialmente o Yahoo, incluindo nossa marca global, ampla audiência mundial, significativos investimentos recentes em plataformas de publicidade e as perspectivas futuras de crescimento, o fluxo de efetivo e lucros potenciais, assim como nossos substanciais investimentos não consolidados”, afirma o Yahoo.

A Microsoft pensava em competir com o Google ao comprar o Yahoo, por isso ofereceu US$ 31 por ação, um prêmio de 62% sobre a cotação de fechamento de 31 de janeiro.

A Google considerou os esforços da Microsoft como um ataque à independência da internet. “A hostil oferta da Yahoo produz perguntas problemáticas”, disse David Drummond, vice-presidente da Google para Desenvolvimento Corporativo.

Sem mais artigos