Se você faz o tipo fracote, vai gostar da novidade que pesquisadores da Microsoft desenvolveram: um sensor de força que permite dobrar, torcer, esticar ou espremer um dispositivo eletrônico para controlá-lo.

Ao aplicar uma certa força, o usuário pode virar páginas em um documento ou, torcendo o dispositivo, alternar janelas (foto).

No entanto, o aparelho não é flexível. Uma tecnologia que utiliza quatro sensores embutidos no dispositivo faz com que ele seja “durinho”, como um celular ou smartphone.

Sem mais artigos