Neste final de semana, será realizada a primeira edição do Rally de São Paulo, no Parque São Jorge, e um de seus principais nomes, o padrinho do evento, Rubens Barrichello, falou à rádio “Jovem Pan”.

Apesar de ter alguns problemas com a chuva, os preparativos seguem acelerados: “no sábado pela manhã, deve estar tudo pronto (…) a pista vai estar segura e pronta para que todos andem”, ressaltou.

Como não poderia deixar de ser, a Fórmula 1 também foi abordada, especialmente porque Paul di Resta e Nico Hulkemberg foram confirmados na Force India. Ele não se mostrou surpreso: “um mês atrás, essa era a ideia”, afirmou, antes de ressaltar: “continuo competindo contra os pilotos que disputavam a vaga comigo (…) a minha chance é na Williams mesmo”.

Barrichello ressaltou que “está focado”, “no melhor momento de sua carreira” e que merece estar na Formula 1 “por merecimento, não por favor (…) esses dezenove anos foram efetivamente muito bons e tenho possibilidade de efetivamente correr com um carro muito melhor.

Nas últimas semanas, ele esteve em reunião com investidores e como muitos outros pilotos, teve problemas para fechar patrocínios: “é uma situação difícil, acho que todos os que buscam patrocínio, seja para categorias nacionais ou internacionais passam por problemas. Mas estou esperançoso para fechar com alguma empresa brasileira”.

Otimista, planeja até além: “quero fechar até para mais tempo”.

Sem mais artigos