O crescimento de pilotos como o brasileiro Bruno Senna, aliado às dificuldades de renovação de Rubens Barrichello com a Williams, tem preocupado o veterano de 39 anos. Do alto de sua experiência, o piloto revelado na Jordan procura deixar claro à diretoria da equipe inglesa que trocá-lo para a próxima temporada seria um grave erro.

“Ter dois garotos para o próximo ano é cometer um erro. Eu estou apenas esperando do meu lado. Não posso oferecer mais nada”, disse Barrichello sobre a possível parceria de um jovem piloto com o venezuelano Pastor Maldonado, seu atual companheiro.

“Eu tenho outras coisas seguindo na Fórmula 1 e tenho conversado com outras pessoas também. Meu sentimento agora é que menos que a Williams tem problemas financeiros, eles devem ficar com o que têm agora: um piloto muito experiente e motivado com um jovem piloto para desenvolvê-lo”, completou Rubinho em entrevista ao site “Autosport”.

Rubinho "dá dica" a Williams para não ser demitido

Sem mais artigos