O heptacampeão mundial de Fórmula 1, Michael Schumacher, piloto da Mercedes, revelou neste sábado que acredita que a Ferrari não permanecerá por muito tempo disputando as posições intermediárias do Mundial de Fórmula 1.

A escuderia italiana conquistou apenas o oitavo lugar do grid de largada para o Grande Prêmio da Malásia, neste domingo, com o espanhol Fernando Alonso, e o 12º, com o brasileiro Felipe Massa.

“Cedo ou tarde, a Ferrari vai voltar ao topo. Acho que todos acreditamos que eles estarão entre os primeiros”, declarou Schumacher, cinco vezes campeão com o time de Maranello.

O alemão afirmou que é normal que as equipes passem por altos e baixos ao longo dos anos. “Tenho certeza que eles sabem as razões (da má fase). Apesar de saberem a causa dos problemas, leva tempo pra solucioná-los”.

Schumacher largará em terceiro no GP da Malásia, que será disputado às 5h deste domingo (horário de Brasília). 

Sem mais artigos