O Brasil teve outra grata surpresa nesta segunda-feira. Além do baiano Luiz Razia, que será reserva da equipe Lotus Malásia, outro brasileiro, Bruno Senna, conseguiu uma vaga como reserva da Lotus Renault, equipe “oficial” da lendária marca que já foi defendida por seu tio, Ayrton.

Após sofrer em 2010 com a deficitária Hispania, pior carro da categoria, o brasileiro conseguiu uma boa colocação, tendo oportunidade de mostrar seu valor com um carro mais competitivo. 

Na apresentação do carro, a equipe mostrou todo o seu staff que conta com os titulares Robert Kubica e Vitaly Petrov, além do francês Romain Grosjean, o chinês Ho-Pin Tung, o tcheco Jan Charouz e o indiando Fairuz Fauzy – todos reservas.

“É uma grande demonstração de confiança eles me darem essa chance, então eu estou muito feliz. Espero que esse ano possa ser melhor”, afirmou Senna, que deve conduzir a Lotus Renault em alguns treinos de sexta.

Sem mais artigos