No início da tarde desta segunda-feira (17) o perfil no Twitter da revista Veja foi invadido pelo grupo AnonManifest. “Jornalismo fascista nós não precisamos de vocês.” A #LUTA CONTINUA #Brasil #OGiganteAcordou #Brasil #rEvolução”, foi escrito em referência aos protestos contra o aumento das tarifas no transporte público que têm ocorrido em diversas cidades do Brasil. 

A revista, que tem cerca de 2,5 milhões de seguidores no microblog, publicou em seu perfil oficial no Facebook a informação sobre a invasão:

“Perfis de VEJA no Twitter são invadidos: Por ora, as informações publicadas nas contas são falsas. Bloqueio já foi solicitado à rede social.

Dois perfis ligados a VEJA foram invadidos nesta segunda-feira. As contas são @VEJA, o perfil principal da publicação, e @radaronline, assinada por Lauro Jardim, redator-chefe da revista.

Todas as informações publicadas a partir das 12h20 são de responsabilidade dos invasores. O bloqueio dos perfis já foi solicitado pela redação à rede social”, informou o comunicado.

O quinto ato do MPL (Movimento Passe Livre) ocorre hoje, às 17 horas, no Largo da Batata. Em entrevista coletiva nesse domingo (16), o secretário de segurança de São Paulo, Fernando Grella, e Benedito Roberto Meira, comandante geral da Polícia Militar, garantiram que manifestantes que estiverem portando vinagre não serão detidos e que não haverá repressão com balas de borracha.

Twitter da revista Veja é invadido por hackers que apoiam a manifestação

Sem mais artigos