A Williams publicou nesta quinta-feira (23) em seu site as primeiras imagens do carro para a disputa da temporada 2014 da Fórmula 1, o FW 36, e se mostrou animada com os avanços tecnológicos, principalmente na parte aerodinâmica.

“A muito mais tecnologia no carro neste ano. Já tivemos motores turbo na F-1 antes. O que é diferente desta vez é que não se trata apenas de mudanças no motor, é um sistema completamente diferente. Nós saímos de um motor aspirado ligeiramente híbrido a uma unidade de potência híbrida totalmente integrada”, destacou o diretor-técnico da equipe inglesa, Pat Symonds.

O sistema de refrigeração, a caixa de câmbio e os elementos aerodinâmicos são outros dos fatores melhorados pela escuderia, que, no primeiro ano de parceria com a Mercedes e com o brasileiro Felipe Massa como piloto, esperar deixar para trás os maus resultados recentes.

“A Fórmula 1 continuará sendo uma competição aerodinâmica. Realizamos mudanças significativas: o bico é mais baixo que no ano passado, e o aerofólio dianteiro é mais fino, o que significa que as placas dos extremos estão mais protegidas pelas rodas dianteiras”, comentou Symonds.

As restrições impostas pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) no design dos veículos representaram um desafio no desenvolvimento do novo carro da Williams, de acordo com a escuderia, especialmente no cumprimento dos limites de peso.

“Não foi fácil, porque a nova unidade de potência é mais pesada que a anterior”, revelou.

Com as mudanças, o diretor técnico mostrou “confiança” e “ambição” para que a temporada seja bem-sucedida para a Williams, que, além de Massa, contará com o finlandês Valtteri Bottas.

Sem mais artigos