Uma adolescente de 16 anos foi condenada a 25 anos de prisão pelo assassinato de uma colega numa escola de Miami, Estados Unidos. Em novembro de 2008, Teah Wimberly atirou e matou sua colega Amanda Collete. De acordo com o jornal Miami Herald, Amanda, que dançava hip-hop em uma grupo do colégio, teria recusado investidas românticas de teah apenas alguns dias antes do crime.

No tribunal, nesta sexta-feira, Teah chorou e pediu desculpas á família da colega. Ela foi condenada como uma pessoa adulta, apesar das tentativas dos advogados de defesa. Aqui no Brasil, provavelmente ela seria solta ao completar 18 anos.

Sem mais artigos