Donna Simpson, de 42 anos, natural de Nova Jersey, nos Estados Unidos, quer ser a mulher mais pesada do mundo. Com “apenas” 266 kg, ela lançou uma campanha para chegar aos “saudáveis” 450 kg e realizar o sonho de entrar para o Guinness Book, o Livro dos Recordes.

E ela não está nem aí para as recomendações dos médicos. Apesar da diabetes e das visíveis dificuldades para andar, cozinhar e tomar banho, Donna acha que o aumento de peso não vai agravar seus problemas de saúde. “Eu sou muito saudável. Vou ao médico a cada três meses”, disse.

Donna Simpson quer ser a mulher mais gorda do mundo

Ao lado da filha Jacqueline, Donna garante: “Eu sou saudável” (Foto: Reprodução/Daily Mail)

Além disso, a comida preferida de Donna é o sushi, um alimento considerado leve e saudável. “Mas ao contrário de outros, eu posso sentar e comer 70 pedaços grandes de uma vez só”, explica ela, segundo o Daily Mail.

Com um gasto semanal de US$ 750 (cerca de R$ 1380) com comida, ela decidiu abrir um site para que os fãs ajudem a custear suas despesas. Assim, qualquer um pode pagar para vê-la devorar alimentos gordurosos como pizzas, hambúrgueres e asinhas de frango frito.

Donna Simpson quer ser a mulher mais gorda do mundo

Donna Simpson gasta quase R$ 1,4 mil por semana em comida (Foto: Reprodução/Daily Mail)

Mãe de uma menina de três anos, Donna se orgulha de ser a mulher mais gorda a dar à luz. Na época, pode-se dizer que ela estava “magra” – pesava apenas 235 kg.

E sabe quem é o maior incentivador de Donna Simpson? O maridão Philippe, que aos 49 anos tem apenas 68 kg. Há sete anos casado com sua “gordinha”, ele é um confesso admirador de obesas.

Donna Simpson quer ser a mulher mais gorda do mundo

Philippe, o companheiro de Donna, é um confesso admirador de gordinhas (Foto: Reprodução/Amazingfun.org)

“Quanto maior é a sua bunda, quanto maior é a sua barriga, mais sexy você fica”, acredita Donna. Pensando assim, ela não pretende ganhar 184 kg de gordura, mas sim de “gostosura”.

Isso se ela aguentar…

Sem mais artigos