O árbitro Gustavo Javier Recalde morreu no domingo quando trabalhava como auxiliar em uma partida de uma liga rural de futebol do Paraguai.

O juiz, de 29 anos, desmaiou 3 minutos após iniciada a partida entre Coronel Ojeda e 3 de Mayo, pela chamada Liga Atyreña, e teve sua morte confirmada num hospital em Caacupé, a cerca de 50 quilômetros de Assunção.

É a segunda morte súbita que acontece no futebol paraguaio em menos de uma semana. Na quinta-feira passada, um jogador de 19 anos morreu durante um treino do General Caballero, time da segunda divisão do campeonato nacional.

A morte do árbitro acontece num fim de semana de tragédias no futebol.

No domingo, o jogador de futsal Robson Rocha Costa, de 23 anos, morreu após ter a perna perfurada por uma tábua da quadra em que jogava, no sábado, no Paraná.

Também no sábado, o atacante Endurance Idahor, de 25 anos, morreu durante uma partida no Sudão. A causa da morte do jogador nigeriano, que havia desmaiado em campo, ainda não foi revelada.

Sem mais artigos