Filosofia não é lá um assunto que muita gente tenha intimidade, mas o escritor e professor italiano Simone Regazzoni encontrou um jeito de popularizar o tema. Escreveu um livro que relaciona a trama do seriado Lost com o pensamento de filósofos como Rosseau, Platão e Lacan.

O autor de Filosofia de Lost deixa em 160 páginas as impressões que tem sobre os personagens da série, seus conflitos, e como eles representam correntes filosóficas, tornando o tema bem acessível para leigos. Simone crê que o seriado tem uma narrativa complexa, que os personagens sempre “estão entre um desafio que acaba de acontecer”. E que os leitores de seu livro acabarão se “contaminado um pouco com filosofia”.

Sobre misturar um assunto tão banal – como seriado de tevê – a discussão de pensamentos, o professor diz que é necessário se inteirar da cultura popular, pois ela chega ao mundo inteiro e tem um unidade estética como qualquer outra forma de arte.

Neste instante, nos EUA, está sendo exibida a última temporada de Lost, prevista para acabar em maio próximo.

Sem mais artigos