Clique aqui e veja as fotos do show

Quem esteve ontem a noite no Via Funchal esqueceu-se dos problemas da cidade, deixando de reclamar da chuva e do trânsito. Com pouco atraso, o show do veterano guitarrista B B King começou com sua banda instrumental mostrando a que veio.

Depois de algumas músicas, do aquecimento dos ouvidos e do reconhecimento do ambiente, eis que surge o artista mais esperado da noite: O rei do blues em pessoa, com seus oitenta e quatro anos de muita disposição.

Seu bom humor, sua boa vontade, seu jeito cativante e brincalhão, além de seus inconfundíveis rebolados na cadeira conquistam em apenas seis minutos todo o público local, que não era pequeno e estava distribuído em mesas e cadeiras pelo espalhadas pela casa

As aproximadamente duas horas de show hipnotizaram o público brasileiro, que acompanhou cantando, completando as letras das canções e copiando os riffs da guitarra ao mando do grande chefe.

B B King brincou com a plateia, dedicou o clássico You are My Sunshine a todas as mulheres presentes e brincou, dizendo que tem 84 anos mas ainda não está morto, por isso gostaria de ver todos se beijando naquela música.

Para que os rapazes não ficassem com inveja, em seguida dedicou Rock me Baby a eles, que se levantaram, cantaram e transformaram o Via Funchal num grande beco do jazz original.

O clima de família em cima do palco encantou. As brincadeiras entre os músicos demonstravam que há bastante intimidade na banda, com espaço até para dancinhas e piadas internas, sempre jogadas no ar.

Ao final do show, todos já estavam de pé, dançando e cantando, extasiados, satisfeitos, esbaldados e contentes com o espetáculo protagonizado pelo rei. Para não perdermos as esperanças, B B King garantiu que se no ano que vem ainda estiver vivo, volta ao Brasil mais uma vez.

Com esse recado, arrancou gritos felizes da plateia, que afirmava: Vale a pena esperar!

Sem mais artigos