O atacante paraguaio Salvador Cabañas segue se recuperando bem e pode deixar a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital onde está internado desde 25 de janeiro, quando levou um tiro na cabeça num bar da Cidade do México.

Em entrevista coletiva, o médico Ernesto Martínez mostrou otimismo e disse que há a possibilidade de remover o jogador do América do México mesmo com um possível risco de infecção.

“O edema diminuiu, apresenta pouco sangramento e está melhor”, disse o médico.

Artilheiro da seleção paraguaia e do América, Cabañas levou um tiro na cabeça durante uma briga no banheiro do bar com um homem chamado José Jorge Balderas, que está foragido.

Após ficar em coma induzido pelos cinco primeiros dias, ele acordou e começou a dar sinais de melhora ao conversar com seus parentes e companheiros de seleção.

O doutor Martínez disse que Cabañas se alimenta sem precisar de ajuda, fala com mais clareza e está com melhor coordenação. Ele ainda não sabe direito o que aconteceu, mas tem noção de que está num hospital.

Segundo a equipe médica, o atacante será levado a outra área apenas se continuar sua evolução. Lá ele poderá receber a visita de seus filhos, mas apenas se os médicos considerarem bom para ele.

Sem mais artigos