O Chelsea confirmou o favoritismo diante do Wigan, em casa, com goleada por 8 a 0 e se sagrou vencedor do Campeonato Inglês depois de quatro anos e tornou a inútil a vitória do segundo colocado Manchester United em seu campo, 4 a 0 sobre o Stoke City.

A festa da equipe comandada pelo italiano Carlo Ancelotti começou logo aos cinco minutos do primeiro tempo, quando Ballack tocou de cabeça para Malouda, que ajeitou de peito para belo gol de Anelka.

Ao contrário do que disse o presidente do Wigan, Dave Whelan, durante a semana, o time não mostrou nenhuma força para fazer frente aos anfitriões. E os gols foram saindo.

Aos 30 minutos da primeira etapa, Lampard invadiu a área e sofreu pênalti. No lance, para facilitar a vida do Chelsea, o zagueiro Gary Caldwell foi expulso. O próprio Lampard foi para a bola e fez o segundo.

Na segunda etapa, a chuva de gols continuou. Kalou fez o terceiro, aos oito minutos, e Anelka fez o quarto, três minutos depois. Mas faltava o gol do artilheiro da competição, Drogba, que veio em dose tripla. Primeiro aos 17 minutos, recebendo passe de Lampard, depois, aos 22, cobrando pênalti com perfeição e, por fim, aos 34, aproveitando sobra de chute cruzado de Joe Cole.

Quem encerrou a festa do time dos brasileiros Alex, Belletti e Deco (naturalizado português) foi o lateral-esquerdo Ashley Cole, aos 45 minutos da etapa final.

O Manchester United se esforçou e venceu o Stoke City no Old Trafford por 4 a 0, gols de Fletcher, Giggs, Higginbotham (gol contra) e Park, mas ficou mesmo como vice-campeão.

Sem mais artigos