Enquanto o presidente Lula, apesar da pressão, evita o confronto com os irmãos Castro em Cuba, e não condena publicamente a ilha pela prisão de opositores políticos ao regime comunista, alguns dos quais em greve de fome para pressionar o governo, Dilma Rousseff também se esquivou do assunto.

Em entrevista à imprensa ontem, a candidata escolhida por Lula para concorrer à presidência pelo PT disse que “nem que a vaca tussa” iria criticar o presidente. Lula comparou recentemente os presos políticos em Cuba a presos comuns, o que provocou fortes críticas de grupos de direitos humanos em Cuba e no Brasil. Dilma fez o mesmo ontem.

E você leitor? Acha que Lula deveria condenar as prisões consideradas políticas em Cuba?

 

Sem mais artigos