O lateral-direito Daniel Alves fez pouco caso pelo fato de o Real Madrid ter alcançado o Barcelona na liderança do Campeonato Espanhol e disse que seu time ainda é o favorito.

“Após tanto tentarem nos alcançar, é normal que estejam eufóricos. Sinceramente, eu não os considero líderes porque ainda não jogamos a partida de volta. Se o torneio acabasse hoje, seríamos campeões”, disse erroneamente o brasileiro, já que é o Real que leva vantagem nos critérios de desempate.

Daniel Alves afirmou que o Barça é favorito ao título espanhol, “embora muitos não vejam assim”.

“Tudo será decidido nas últimas rodadas, e eles terão de trabalhar muito se quiserem ser campeões”, apontou.

O lateral também confessou que o Barça deve enfrentar muitos problemas, entre eles o alto rendimento do ano passado, com seis títulos, e a falta de habilidade para furar defesas ainda mais retrancadas pela forma de jogar da equipe, tão difundida na Europa.

“Precisamos ser fortes mentalmente, senão ficaremos pelo caminho. Não estamos como no ano passado, precisamos recarregar as baterias”, ressaltou.

Daniel Alves pediu um voto de confiança à torcida do Barça e prometeu: “Brigaremos até a morte para voltar a celebrar títulos com base no trabalho e esforço. Eles devem apostar em nós, não vamos falhar. Somos muito fortes e não nos abalamos”, disse.

Sobre Guardiola, o brasileiro comentou que o treinador está da mesma forma, sempre tentando encontrar formas de melhorar a equipe.

Questionado sobre a atual fase do sueco Zlatan Ibrahimovic e do francês Thierry Henry, dois dos jogadores mais questionados pela torcida, o lateral também pediu calma. “Não devemos ser tão drásticos ou pessimistas”, apontou.

Sem mais artigos