O Prêmio da Crítica do 60º Festival de Berlim foi para o filme A Family, da dinamarquesa Pernille Fischer Christensen, na manhã desta sexta-feira. No ano passado, o filme peruano A Teta Assustada ganou o mesmo prêmio e depois levou o Urso de Ouro, o principal prêmio do festival. Assim, as apostas este ano estão voltadas para a dinamarquesa.

O filme de Pernille, que faz parte de uma geração de diretores dinamarqueses que inclui Lars Von Trier, conta a história de uma família de padeiros que são fornecedores da casa real da Dinamarca. O patriarca, interpretado por Jesper Christensen – que interpretou um dos vilões de James Bond em Cassino Royale, descobre que está com câncer e passa a tentar convencer sua filha a assumir o negócio da família. O ator também concorre ao prêmio de melhor ator.

Sem mais artigos