O proprietário e presidente honorário da Fiorentina, Diego della Vale, anunciou hoje que deixa o clube por causa da “sutil instrumentalização” que, segundo ele, se tentou fazer nas últimas semanas da situação da equipe com o objetivo de confrontar dirigentes e torcedores.

Em carta à torcida divulgada hoje, Della Valle, que não dá detalhes concretos dos termos de sua saída, confirma a notícia antecipada mais cedo hoje pelo jornal esportivo “Corriere dello Sport”, que fala de uma saída do clube em termos de venda.

“Escrevo a todos os que gostam da Fiorentina para comunicar que, desde hoje, não serei mais o dono do clube. A sutil instrumentalização que neste período se tentou fazer com o clube, confrontando-o com sua torcida, superou todo nível de tolerância e qualquer mudança de comportamento no futuro não modificaria sua gravidade”, afirma Della Valle no texto.

“Ver o clube posto por muitos no banco dos réus sem ter feito nada além de defender com força os valores e a dignidade da camisa não é aceitável para mim e, principalmente, não é justo”, acrescenta.

O agora ex-dono da Fiorentina recomenda aos “torcedores verdadeiros” para que mantenham os olhos abertos para não se deixar usar por “quem quer desestabilizar” o clube.

“Fiquem próximos desta direção que deu e dará o máximo possível para tentar fazê-los sonhar ainda mais, e façam-no de modo que meu irmão Andrea (que renunciou à Presidência do clube em setembro passado) continue perto do clube com toda a paixão que tem e que sempre demonstrou”, afirma Della Valle.

“Poucos como ele sabem pôr o coração e a capacidade de gestão necessários para comandar um clube de futebol importante como a Fiorentina. Vocês, torcedores verdadeiros, continuem apoiando estes garotos que entram em campo porque são um grupo fantástico e generoso”, conclui.

A Fiorentina ocupa a oitava posição do Campeonato Italiano e foi eliminada nas oitavas-de-final da Liga dos Campeões pelo Bayern de Munique.

Recentemente, em entrevista ao jornal “La Gazzetta dello Sport”, Diego Della Valle pedia ao treinador do clube, Cesare Prandelli, para que assinasse por escrito que permaneceria à frente da equipe na próxima temporada diante dos rumores sobre uma possível ida para a Juventus.

Segundo a imprensa italiana, a torcida do Fiorentina está dividida em relação à atual gestão do clube.

Dono da Fiorentina anuncia saída do clube italiano

Sem mais artigos
Sair da versão mobile