No dia 20 de julho, 280 chineses foram enterrados da forma mais ecológica possível. Em urnas biodegradáveis, os restos mortais foram enterrados em uma cerimônia com direito a honras militares.

As urnas especiais – patenteadas pelo governo chinês – são feitas de areia prateada e se dissolvem depois de algumas horas quando submergidas na água, ou depois de poucos meses em contato com o solo. Oficiais da cidade de Tianjin começaram a promover o novo hábito em março desse ano e agora puderam realizar a primeira cerimônia – coletiva – de enterro ecológico.

O evento no Yongan Memorial Park contou com a participação de jovens soldados e espera servir de exemplo para outras cidades que já começaram a divulgação das urnas.

A China atualmente abriga um quinto da população do mundo. O problema com a superpopulação também afeta o sistema funerário, já que não há mais espaço para enterrar todo mundo. Para se ter uma idéia, 10 milhões de pessoas morrem anualmente na China.

Clique na imagem abaixo e veja as fotos da cerimônia:

enterro, china, ecologia, meio-ambiente, verde (Foto: Reprodução/UPI)

Enterro ecológico utiliza urnas biodegradáveis

Sem mais artigos