O ex-meia Safet Susic, considerado o melhor jogador bósnio de todos os tempos, foi anunciado hoje como novo técnico da seleção de seu país.

Escolhido por unanimidade pelo comitê executivo da federação de futebol da Bósnia-Herzegovina, Susic substitui Miroslav Blazevic, que renunciou ao cargo no início do mês para assinar com o Shanghai Shenhua, da China.

Nas Eliminatórias para a Copa de 2010, Blazevic levou a Bósnia à repescagem contra Portugal, mas a equipe acabou eliminada após ser derrotada nos dois confrontos por 1 a 0.

Agora, Susic tem a missão de classificar a seleção bósnia para a Eurocopa de 2012, que será disputada na Polônia e na Ucrânia.

“É uma grande honra e um imenso prazer, mas também uma grande obrigação porque sei que se espera muito de mim. Tenho que levar a seleção à próxima Euro”, disse hoje Susic à Agência Efe, por telefone, de Paris, onde mora.

“Espero que comigo a seleção atue melhor, que finalmente consigamos nos classificar para um grande torneio”, acrescentou.

Segundo Susic, a Bósnia tem uma seleção formada por jogadores jovens e talentosos que podem conseguir grandes resultados em campo.

“Os jogadores são o porquê de eu ter aceitado esse cargo. Temos alguns dos mais talentosos da Europa e devemos trabalhar muito, precisamos de disciplina e de um bom ambiente para conseguirmos os resultados que queremos”, explicou.

Susic, de 54 anos, foi eleito em 2000 como o melhor jogador bósnio do século XX. Em sua carreira como meia-atacante, destacou-se pelo Sarajevo no fim da década de 70, e vestiu a camisa do Paris Saint-Germain entre 1982 e 1991.

Além disso, atuou pela seleção da antiga Iugoslávia, pela qual disputou as Copas de 1982 e 1990 e marcou 21 gols em 54 partidas.

Ex-jogador da Iugoslávia nas Copas de 82 e 90 é o novo técnico da Bósnia

Sem mais artigos
Sair da versão mobile