A atriz Farrah Fawcett ficou de fora da homenagem do Oscar aos profissionais do cinema mortos no último ano. A pantera morreu em junho do ano passado, no mesmo dia da morte de Michael Jackson, e teria sido deixado de lado pela Academia porque não havia espaço para ela.

A ausência da atriz está provocando polêmica em Hollywood nesta segunda-feira (08). O conceituado crítico Roger Ebert criticou a Academia e declarou que ela “terá que explicar” sua escolha. Um porta-voz da festa disse à Associated Press que não é possível homenagear todos os que falaceram: “Todo ano acontece a triste realidade de não podermos incluir todo mundo”.

Apesar de ser mais conhecida pela participação na série de tevê As Panteras, Farrah Fawcett trabalhou no cinema em filmes como Dr T e as Mulheres (2000) e O Apóstolo (1997).

O tributo In Memorian lembrou as mortes de Patrick Swayze, Brittany Murphy, David Carradine e Michael Jackson, entre outros.

Sem mais artigos