“Atenção clientes Walmart, todas as pessoas negras devem deixar a loja agora”. Foi por conta deste calmo e peculiar anúncio, em uma loja de departamento em uma cidade ao sul do estado americano de Nova Jersey, que um garoto de 16 anos acabou detido este final de semana.

Na última sexta, de acordo com o jornal Huffington Post, o garoto entrou numa loja Walmart, foi até o microfone do sistema interno de som e fez o anúncio como se fosse algo completamente natural. Ela vai agora ser processado por racismo. Ainda não há informações se a ação foi premeditada ou se o garoto agiu por impulso. Como é menor de idade, ele responderá ao processo em liberdade.

O porta-voz da famosa rede de lojas disse que pediu desculpa pela ofensa logo após o ocorrido, ainda assim, alguns clientes foram tirar satisfação com o gerente da loja já que, segundo eles, essa não seria a primeira vez que algo similar acontece naquele estabelecimento.

A rede também já se envolveu em casos similares, de acordo com o jornal. Em fevereiro de 2009, foi obrigada a pagar uma indenização de US$ 17 milhões a um grupo de motoristas de caminhões por uma acusação de descriminação racial na hora de contratar os trabalhadores. Em setembro do mesmo ano, novo processo contra a rede Walmart, agora por conta de acusações de que trabalhadores de origem mexicana estariam sofrendo preconceito.

 

Sem mais artigos