A primeira parcial do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), conhecido como a inflação do aluguel, apresentou alta de 0,98% na primeira parcial de fevereiro. O levantamento é realizado pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Na comparação com o mesmo período do ano passado, o avanço foi de 0,27%.

A FGV explica que essa alta se deve à elevação dos preços no atacado. Isso porque o indicador é calculado a partir de três índices, sendo que o do Índice de Preços por Atacado (IPA), que responde por 60% do índice geral.

No caso do IPA, a elevação no primeiro levantamento do ano foi de 1,16%, sendo que os bens finais e bens intermediários ficaram mais caros 2,27% e 1,25%, respectivamente. Os produtos industriais registraram elevação de 0,36%, com aumento de 1,81%, e as matérias-primas brutas caíram 0,61%.

Outro componente do IGP-M, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), avançou 0,75%, sendo o principal responsável o grupo de transportes, que avançou de 0,37% para 2,18% devido ao reajuste das tarifas de ônibus urbano e ao aumento dos preços dos combustíveis.

Sem mais artigos