Durante uma entrevista, na última sexta (29), ao jornal inglês The Independent, Johnny Depp saiu em defesa do cineasta Roman Polanski, com quem trabalhou há dez anos em O Último Portal.

Ao comentar a prisão domiciliar do diretor, na Suíça, ele questionou a verdadeira motivação para que isso tenha acontecido apenas agora, décadas após a acusação de abuso sexual contra uma menor de 13 anos.

“Por que agora? Obviamente há algo acontecendo ai. Alguém fez um acordo com alguém. Talvez tenha algum dinheiro envolvido, mas porque agora?”, perguntou o astro de Piratas do Caribe.

E acrescentou: “Roman não é um predador. Ele tem 75 ou 76 anos. Ele tem dois lindos filhos, ele tem uma esposa com quem ele está há muito, muito tempo. Ele não está solto pelas ruas”.

Sem mais artigos