Lady Gaga revelou que quase morreu devido ao vício em cocaína. A sensação atual da música pop contou que, antes de alcançar o sucesso como cantora, costumava se trancar em seu quarto por horas cheirando “sacos e sacos de cocaína” enquanto ouvia músicas do The Cure.



Segundo ela, sua relação com as drogas estava ligada à sua visão do que é ser artista. “Eu queria ser os artistas que eu amava, como Mick Jagger e Andy Warhol, e pensava que o caminho para isso era viver dessa forma”, confessa.



Gaga diz que também abusou de LSD durante um período e chegou a pensar que as drogas a matariam, mas acredita que acabou sendo salva pelo espírito de uma tia morta que viveria dentro de seu corpo.



“A irma do meu pai, que morreu aos 19 anos, instalou sua alma em mim. Ela era pintora e poeta e eu percebi que eu tenho que terminar seu trabalho”, diz Gaga.

Sem mais artigos