Com economia favorável e o início do ano, o ambiente não poderia ser melhor para quem busca estágio, em todo o país. No Estado de São Paulo, há mais dez mil vagas abertas.


 


A nova ‘Lei do Estágio’, que completou um ano em setembro do ano passado, trouxe mais segurança jurídica para as empresas e para os estudantes. Os estagiários têm direito a carga horária limitada a seis horas por dia e 30 horas semanais, bolsa-auxílio e auxílio-transporte.


 


Os estudantes contam ainda com o serviço de empresas especializadas em fazer a interligação entre quem está oferecendo as vagas de estágio e as instituições de ensino, como é o caso do Centro de Integração Empresa-Escola. Para o diretor do CIEE, Eduardo de Oliveira, o ideal é buscar uma vaga, ainda no período de férias. De acordo com Oliveira, podem fazer estágio estudantes regularmente matriculados e frequentando instituições de ensino superior, médio e técnico. “Engana-se quem acha que as empresas ficam em espera por causa de Carnaval e feriados, elas estão com processos à todo vapor”, disse.


 


Em entrevista ao repórter Leandro Andrade, o presidente da Agência Brasileira de Estágios, Fernando Linsrrôten, explicou que a busca por uma vaga é o primeiro passo na passagem para a vida profissional. “Estágio é a primeira linha do curriculum profissional para um estudante”, salientou.

Sem mais artigos