O governo de Dubai anunciou nesta segunda-feira (14) ter recebido US$ 10 bilhões do emirado vizinho Abu Dhabi para ajudar a saldar suas dívidas. O dinheiro recebido será destinado à companhia estatal de investimentos Dubai World, que havia pedido a credores um prazo maior para pagar suas dívidas em consequência de dificuldades financeiras.

“O governo de Abu Dabi aceitou financiar US$ 10 bilhões, montante que será usado para cobrir obrigações da Dubai World”, anunciou o governo de Dubai através de um comunicado oficial.

A crise em Dubai teve início no dia 25 de novembro, quando o emirado informou que iria atrasar os pagamentos de dívidas de uma de suas principais empresas e provocou temores de uma nova crise em todo o mercado financeiro.

Nesta segunda-feira, o Supremo Comitê Fiscal de Dubai também anunciou a implementação de uma nova lei de falências. “A lei estará disponível caso a Dubai World e suas subsidiárias não consigam alcançar uma reestruturação aceitável de suas obrigações remanescentes”, afirmou o sheikh Mohammed Al Maktoum, primeiro-ministro e vice-presidente dos Emirados Árabes Unidos.

Sem mais artigos