Uma ação contra a família Maluf protocolada na Justiça na segunda-feira (3) cobra a devolução de mais de R$ 300 milhões aos cofres públicos. Segundo o texto, o dinheiro foi desviado na construção de grandes obras durante a gestão de Paulo Maluf na prefeitura de São Paulo.

Segundo reportagem divulgada pela TV Globo, foram oito anos de investigações até chegar na explicação para o sumiço do dinheiro público.

O rastreamento indica que a quantia foi desviada da construção de obras públicas durante o mandato e que quase metade do valor ainda está em contas no exterior. A outra metade, mais de US$ 150 milhões, de acordo com o Ministério Público, deu a volta ao mundo até retornar para o bolso dos Maluf, aqui no Brasil.

Paulo Maluf foi duas vezes prefeito de São Paulo e atualmente exerce o cargo de deputado federal pelo Partido Progressista (PP).

Sem mais artigos