O erro do árbitro gaúcho Carlos Eugênio Simon custou caro. O juiz foi afastado pela Comissão de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol e não pode apitar jogos até o fim do Campeonato Brasileiro 2009.

Em nota publicada em seu site, a CBF explicou que o afastamento foi “em virtude da repetição de erros cometidos durante a competição”.

Na partida disputada entre Fluminense e Palmeiras, domingo no Maracanã, Simon anulou um gol legítimo de Obina ao marcar uma falta cometida pelo atacante palmeirense.

Sem mais artigos