Numa entrevista concedida à revista Serafina, do jornal Folha de S. Paulo, o cineasta Pedro Almodóvar disse que tem muita vontade de filmar no Brasil, mas ainda não encontrou o roteiro perfeito.


 


Fã do país e amigo de Caetano Veloso, o cineasta espanhol revelou na entrevista que conhece bem a Bahia e o Rio de Janeiro (“Cenários fantásticos para rodar”) e adoraria gravar com as atrizes Marília Pêra, Regina Casé, as Fernandas (“madre” e “hija”).


 


“A vida brasileira é muito novelesca, extrema. Pede para ser contada”, disse Almodóvar à Serafina, “Na cultura diária há algo que me interessa muito: tem perigo, tensão, beleza. Há também uma sensualidade evidente que está nas ruas, nos corpos. Se há um ser humano nascido para gostar de seus sentidos é o brasileiro.”


 


Perguntado sobre como extraía interpretações tão expressivas de seus atores, Almodóvar admitiu levar em consideração as diferentes técnicas que cada ator com quem trabalha utiliza, descrevendo Penélope Cruz, por exemplo, como uma atriz que precisa ensaiar muito até se conectar com as entranhas dos personagens enquanto Antonio Bandeiras funciona sem ensaio, baseado somente na intuição.


 


Por fim, admitiu que não tem o menor desejo de ter sua vida transformada em filme.


 


“Podem escrever na minha lápide”, disse ele, “Pedro Almodóvar foi um cineasta que não quer, nem nunca quis, que se faça um filme sobre sua vida, nem uma biografia, muito menos um programa televisivo”.

Sem mais artigos