O piloto de Fórmula 1 espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, que amanhã largará na terceira posição no Grande Prêmio da China, declarou depois da corrida de classificação que foi o máximo que pôde fazer.

“Estou muito contente com como foi, no final acho que era o máximo que podíamos fazer, fizemos isso em Barein, na Austrália e aqui, sempre com a Red Bull na nossa frente, portanto acho que no sábado este era nosso potencial”, disse o piloto espanhol.

Alonso acrescentou que tem “boas vibrações para amanhã na corrida, para a qual há previsões de chuva. Portanto, tudo pode mudar e o importante é sair entre os quatro ou cinco primeiros para ter melhor visibilidade”.

O piloto disse que “se formos bem podemos aspirar a um lugar no pódio. As novas peças aerodinâmicas funcionaram bem e graças a isso agora posso estar na entrevista coletiva dos três primeiros”.

Também comentou que a equipe “está trabalhando bem, com uma filosofia muito precisa”.

Sobre a chuva prevista para amanhã, afirmou que “dependerá muito do momento em que tiver que parar para a troca de pneus, junto com a escolha da roda mais adequada. Iss pode me fazer ganhar, mas se eu errar posso perder tudo”.

Sem mais artigos