Quem tem carro flex já sabe que abastecer com álcool já não compensa mais na maior parte do país por conta do aumento do preço do combustível. Desde de dezembro, o etanol está 15% mais caro, com isso os consumidores agora preferem utilizar gasolina para seus veículos.

De acordo com um levantamento da Agência Nacional do Petróleo (ANP), somente em janeiro, o consumo do álcool caiu 25%, mesmo com o crescimento recorde nas vendas de combustível em 2009.

Durante todo o ano passado, as vendas de etanol aumentaram 16,5%. E foi justamente esse forte avanço que impediu que o mercado de combustíveis tivesse uma queda em 2009. O crescimento durante o período foi de 2,7%.

Só que essa situação se reverteu drasticamente no início do ano. Isso aconteceu porque já não é mais vantajoso abastecer o carro com álcool em quase todos os Estados brasileiros. Tudo isso em conseqüência da alta dos preços desde dezembro.
 
Esse novo cenário causou uma reversão na tendência, que era da migração da gasolina para álcool. Em 2009, a expansão do derivado de petróleo foi de apenas 0,9%. Isso fez com que as vendas do álcool superassem, pelo segundo ano seguido, as de gasolina em 2009: 22,8 bilhões de litros, contra 19,1 bilhões.
 
O ANP explica que quando o preço do álcool não corresponde a até 70% do valor da gasolina, não compensa utilizar o etanol. E foi isso que fez o consumidor mudar de postura.
 
A alta do preço do álcool é explicada por um maior período de entressafra, que fez com que diminuísse a quantidade de produto disponível no mercado.

Sem mais artigos