Um antigo porta-voz do governo de Santa Lúcia e atual colunista do jornal St. Lucia Star disse que Amy Winehouse é um “réptil tatuado” que tem uma “influência perigosa” para o país.


 


Jeff Fedee escreveu em sua coluna que o visto permanente da cantora deveria ser negado, em razão de sua “influência negativa” para os jovens do país.


 


“Ela é uma ameaça para a sociedade de Santa Lúcia (…). Aqueles que cantam as músicas de Amy se esquecem que ela não é um bom modelo para os cidadãos de Santa Lúcia, particularmente os jovens”, afirmou o colunista ao Daily Mail.


 


Ele ainda disse que a presença de Amy acaba com a “relativa paz e tranquilidade” do país.


 


Amy está tirando férias no Caribe desde dezembro, e tem dito que gostaria de ficar no país permanentemente.

Amy Winehouse é "influência perigosa" para Santa Lúcia, afirma colunista

Sem mais artigos