Com as bandeiras Santander e Real, o grupo espanhol Santander obteve no Brasil o melhor resultado na América Latina, apesar de o lucro líquido global ter caído 2,8% de janeiro a setembro de 2009, na comparação com igual período do ano passado.

Nos nove primeiros meses do ano, a instituição financeira conquistou no Brasil lucro líquido de 1,589 bilhões de euros (US$ 2,350 bilhões), 10,5% a mais que um ano antes.

Apenas no terceiro trimestre de 2009, o Santander Brasil teve lucro líquido consolidado de R$ 1,472 bilhão, quase o dobro do resultado de R$ 766,9 milhões obtidos no mesmo período do ano pasado, conforme o padrão IFRS.

Já em toda a América Latina, o Santander alcançou resultado de 2,798 bilhões de euros (US$ 3,816 bilhões) de janeiro a setembro de 2009, 2,1% menos que um ano antes.

Apesar da redução, o lucro registrado na América Latina representa quase a metade do ganho total do Grupo, que obteve um lucro líquido de 6,740 bilhões de euros (US$ 9,975 bilhões).

Segundo a entidade, as principais economias latino-americanas, apesar dos sinais de recuperação da recessão, não evitarão que a região feche 2009 com uma queda no nível de atividade.

Apesar da crise internacional, Santander quase dobra lucro no Brasil em um ano

Sem mais artigos