O goleiro Dida anunciou hoje que, após dez anos com vínculos com o Milan, está deixando o clube italiano.

“Hoje é o primeiro dia, após dez anos, que vivo como ‘ex-rossonero’. Eu queria esperar que meu contrato expirasse para me despedir de todos os torcedores do Milan”, afirma o goleiro, de 36 anos, em mensagem publicada no site do clube.

O brasileiro teve ainda palavras de agradecimento aos dirigentes. “Agradeço ao presidente (e primeiro-ministro da Itália) Silvio Berlusconi, ao vice-presidente e executivo-chefe Adriano Galliani e ao diretor esportivo Ariedo Braida”, continua.

Dida tinha contrato com o Milan desde 2000. No ano seguinte, chegou a ser emprestado ao Corinthians, por onde tinha passado no fim dos anos 1990 depois de ter jogado em Cruzeiro e Vitória.

Sem mais artigos