Após cerca de dois meses, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) liberou nesta quarta-feira (26) a venda do sistema de Internet banda larga Speedy, oferecido pela Telefônica, sendo que a operadora já teria sido informada e pode retomar a comercialização imediatamente. Na semana passada, a agência se inclinou para a liberação, que havia sido apoiada pelo ministro das Comunicações, Hélio Costa.

Pelos próximos seis meses, a Anatel acompanhará o desenvolvimento do Speedy, sendo que este período é exatamente o demarcado pela Telefônica como aquele em que ocorrerão os maiores investimentos para melhoria do sistema, uma vez que eram freqüentes as reclamações de panes e problemas por parte dos usuários. Deve ser feito um regulamento sobre a qualidade mínima dos serviços, com o documento ficando pronto em até 90 dias.

Sem mais artigos