Zezé di Camargo e Luciano, Aviões do Forró e a bateria da escola de samba Beija-Flor vão animar a festa de virada de ano do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido).


 


Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, o total gasto com músicos, que incluem ainda o sambista brasiliense Dhi Ribeiro e a dupla sertaneja Pedro Paulo e Matheus, totalizam R$ 620 mil. A despesa com fogos será de R$ 80 mil.


 


Zezé di Camargo e Luciano vão receber R$ 300 mil pela apresentação na Esplanada dos Ministérios antes da meia-noite.


 


A escola recebeu R$ 3 milhões do governo Arruda para homenagear os 50 anos de Brasília no carnaval carioca de 2010.


 


Alvo da Operação Caixa de Pandora, Arruda é apontado pela Polícia Federal e pelo Ministério Público como o principal mentor do esquema de corrupção no DF.


 


Segundo Durval Barbosa, ex-secretário de Relações Institucionais e delator das fraudes ao Ministério Público, o governador e seu vice, Paulo Octávio (DEM),  participavam da arrecadação de propina.


 


O deputado distrital Leonardo Prudente confirmou que vai reassumir a presidência da Câmara Legislativa em 11 de janeiro, na volta do recesso.


 


Prudente havia se afastado do cargo após a revelação do vídeo em que coloca nas meias dinheiro recebido das mãos de Durval Barbosa. Pressionado, ele pediu desfiliação do DEM.

Sem mais artigos